Busca de Diários Oficiais


Diário RS - Legislativo

DIARIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de setembro de 2019.

PRO 45

A SRA. PRESIDENTE (Zila Breitenbach  PSDB)  Com a desistencia do primeiro orador
inscrito, deputado Elizandro Sabino, e dos deputados Pepe Vargas, Gilberto Capoani, Issur Koch, Gaucho
da Geral, Juliana Brizola, Pedro Pereira, Elton Weber, Sofia Cavedon, Sebastiao Melo, Sergio Peres, Kelly
Moraes e Sergio Turra, a proxima inscricao pertence ao deputado Rodrigo Lorenzoni, a quem concedo a
palavra.

O SR. RODRIGO LORENZONI (DEM)  Sra. Presidente, Sras. e Srs. Deputados:
Saudo as senhoras e os senhores que nos assistem.
Nesta madrugada, ocorreu mais um triste episodio de um jovem brigadiano abatido em servico.
Nas ultimas semanas, e o terceiro, e a media etaria nao passa dos 30 anos.
E impossivel que nao paremos para refletir sobre isso sob varios prismas. O primeiro talvez seja o
real e concreto problema de efetivo, estrutura e aparelhamento da Brigada. Junto com isso, muitas vezes, ha
o pouco tempo de treinamento, porque nao ha efetivo suficiente para que o jovem soldado seja formado
como antigamente: acompanhando os mais experientes, os veteranos por um, dois, tres, quatro, cinco anos,
ate que adquirisse a experiencia necessaria e estivesse pronto para enfrentar a bandidagem.
Quero deixar claro que nao estou aqui dizendo que houve falta de experiencia ou falta de preparo
desse policial, mas essa e uma realidade que o nosso Estado tem.
Nao podemos mais observar passivamente que aqueles que estao em defesa da sociedade
entreguem as suas vidas. Temos de conversar, pensar sobre isso e, efetivamente, agir.
E por isso que, insistentemente, tenho defendido  e assim seguirei , a necessidade de reforma do
Estado e de enfrentarmos os seus problemas como eles sao, com urgencia, porque vidas estao sendo
perdidas, muitas vezes por falta de estrutura, por falta de respeito, por falta do bom resguardo, por falta do
temor que os bandidos deveriam ter das nossas forcas policiais.
Tambem ha um desvirtuamento moral da nossa sociedade, em alguns momentos fomentados por
alguns segmentos politicos, que contribuiram de forma inconteste para o descredito e para o
amedrontamento daqueles que tem a responsabilidade de nos defender.
Sendo assim, mais importante ainda e o feito desta Assembleia Legislativa na tarde de ontem,
quando aprovamos aqui o projeto de lei de diretrizes orcamentarias, espelhado na realidade e no mundo real.
E a partir disso que precisamos conduzir os nossos passos no processo de reestruturacao da
maquina publica, combatendo os privilegios, as distorcoes que existem em muitas carreiras, o Estado
hipertrofiado, para que efetivamente possamos ter um Estado capaz de atender as necessidades da
sociedade.
Nao podemos mais nos acomodar e assistir com paralisia, conforto e conveniencia ideologica a
nossa sociedade e os nossos homens da Brigada Militar sangrarem por incapacidade do Estado. Esse e o
nosso compromisso; essa e a nossa responsabilidade.
Ha um outro tema que gostaria de abordar aqui que aconteceu no final da sessao plenaria de ontem,
quando alguns sindicalistas ou pseudossindicalistas  militantes politicos travestidos de sindicalistas 


Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.