Busca de Diários Oficiais


Diário CE - Executivo

descasamento contabil que de outra forma surgiria (opcao de valor justo disponivel no CPC 48).
2. Base de preparacao e resumo das principais praticas contabeis--Continuacao
2.16. Normas, alteracoes e interpretacoes que entraram em vigor em 2018--Continuacao
Adocao CPC 48  Instrumentos Financeiros--Continuacao
i) Classificacao e mensuracao de Ativos financeiros--Continuacao
Um ativo financeiro (a menos que seja um contas a receber de clientes sem um componente de financiamento significativo que seja inicialmente
mensurado pelo preco da transacao) e inicialmente mensurado pelo valor justo, acrescido para um item nao mensurado a VJR, dos custos de transacao que sao diretamente atribuiveis a sua aquisicao. As seguintes politicas contabeis aplicam-se a mensuracao subsequente dos ativos financeiros:
Ativos financeiros mensurados a VJR: Esses ativos sao subsequentemente mensurados
ao valor justo por meio do Resultado (VJR). O resultado liquido, incluindo juros, e
reconhecido no resultado.
Ativos financeiros a custo amortizado: Estes ativos sao mensurados de forma subsequente
ao custo amortizado utilizando o metodo do juros efetivo. O custo amortizado e reduzido
por perdas por impairment. A receita de juros, possiveis ganhos e perdas cambiais e
impairment sao reconhecidos no resultado. Qualquer ganho ou perda no desreconhecimento e reconhecido no resultado.
2. Base de preparacao e resumo das principais praticas contabeis--Continuacao
2.16. Normas, alteracoes e interpretacoes que entraram em vigor em 2018--Continuacao
Adocao CPC 48  Instrumentos Financeiros--Continuacao
i) Classificacao e mensuracao de Ativos financeiros--Continuacao
Ativos financeiros mensurados ao VJORA: Esses ativos sao mensurados de forma
subsequente ao valor justo por meio de outros resultados abrangentes (VJORA). No
desreconhecimento, o resultado acumulado em ORA e reclassificado para o resultado.
A tabela a seguir e as notas explicativas abaixo explicam as categorias de mensuracao originais no CPC 38 e as novas categorias de mensuracao do
CPC 48 para cada classe de ativos financeiros da Companhia em 1o de janeiro de 2018:

20

DIARIO OFICIAL DO ESTADO | SERIE 3 | ANO XI No081 | FORTALEZA, 02 DE MAIO DE 2019

INSTRUMENTO FINANCEIRO
Caixa e equivalentes de caixa
Aplicacoes financeiras
Depositos vinculados
Contas a receber de clientes
Outras contas a receber
Projetos especiais (alvorada/Kfw)
Ativos financeiros  contrato concessao
Fornecedores
Emprestimos e financiamentos
Incentivo a aposentadoria  PRSP
Financiamentos e emprestimos
Provisao atuarial plano de saude

CLASSIFICACAO
CPC 38
Custo Amortizado
Emprestimos e recebiveis
Emprestimos e recebiveis
Emprestimos e recebiveis
Emprestimos e recebiveis
Emprestimos e recebiveis
Emprestimos e recebiveis
Outros passivos financeiros
Outros passivos financeiros
Outros passivos financeiros
Valor justo por meio do Resultado
Valor justo por meio de outros resultado abrangentes

CPC 48
Custo Amortizado
Custo amortizado / Valor justo por meio do resultado
Custo amortizado / Valor justo por meio do resultado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Custo Amortizado
Valor justo por meio de outros resultado abrangentes

MUDANCA VALORIZACAO
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao
Nao

2. Base de preparacao e resumo das principais praticas contabeis--Continuacao
2.16. Normas, alteracoes e interpretacoes que entraram em vigor em 2018--Continuacao
Adocao CPC 48  Instrumentos Financeiros--Continuacao
ii) Impairment de Ativos financeiros
O CPC 48 substitui o modelo de perda incorrida do CPC 38 por um modelo de perda de credito esperada. O novo modelo de impairment aplica-se
aos ativos financeiros mensurados pelo custo amortizado e aos mensurados a VJORA. De acordo com o CPC 48, as perdas de credito sao reconhecidas
mais cedo do que de acordo com o CPC 38. Os ativos financeiros ao custo amortizado consistem em contas a receber e caixa e equivalentes de caixa.
De acordo com o CPC 48, as provisoes para perdas sao mensuradas em uma das seguintes bases:
- Perdas de credito esperadas para 12 meses: estas sao perdas de credito que resultam de possiveis eventos de inadimplencia dentro de 12 meses
apos a data do balanco; e
- Perdas de credito esperadas para a vida inteira: estas sao perdas de credito que resultam de todos os possiveis eventos de inadimplencia ao longo
da vida esperada de um instrumento financeiro.
A Companhia optou por mensurar provisoes para perdas com contas a receber e outros recebiveis e ativos contratuais por um valor igual a perda de
credito esperada para a vida inteira. Ao determinar se o risco de credito de um ativo financeiro aumentou significativamente desde o reconhecimento
inicial e ao estimar as perdas de credito esperadas, a Companhia considera informacoes razoaveis e suportaveis que sao relevantes e disponiveis
sem custo ou esforco excessivo. Isso inclui informacoes e analises quantitativas e qualitativas, com base na experiencia historica da Companhia, na
avaliacao de credito e considerando informacoes forward looking.
A Companhia considera um ativo financeiro como inadimplente quando: e pouco provavel que o credor pague integralmente suas obrigacoes de
credito, sem recorrer a acoes como a realizacao da garantia (se houver alguma); ou o ativo financeiro esta vencido ha mais de 180 dias.
2. Base de preparacao e resumo das principais praticas contabeis--Continuacao
2.16. Normas, alteracoes e interpretacoes que entraram em vigor em 2018--Continuacao
Adocao CPC 48  Instrumentos Financeiros--Continuacao
ii) Impairment de Ativos financeiros--Continuacao
Mensuracao de perdas de credito esperadas
Perdas de credito esperadas sao estimativas ponderadas pela probabilidade de perdas de credito. As perdas de credito sao mensuradas a valor presente
com base em todas as insuficiencias de caixa (ou seja, a diferenca entre os fluxos de caixa devidos a Companhia de acordo com o contrato e os
fluxos de caixa que a Companhia espera receber). Ativos financeiros com problemas de recuperacao de credito. Em cada data de apresentacao, a
Companhia avalia se os ativos financeiros contabilizados pelo custo amortizado e os mensurados a VJORA estao com problemas de recuperacao.
Um ativo financeiro possui problemas de recuperacao de credito quando ocorrem um ou mais eventos
com impacto prejudicial nos fluxos de caixa futuros estimados do ativo financeiro.
Apresentacao do impairment
Provisao para perdas para ativos financeiros mensurados pelo custo amortizado sao deduzidas do valor contabil bruto dos ativos. Para os ativos financeiros mensurados a VJORA, a provisao para perdas e reconhecida em outros resultados abrangentes - ORA. As perdas por impairment relacionadas
ao contas a receber de clientes e outros recebiveis, sao apresentadas separadamente na demonstracao do resultado e ORA.
Impacto do novo modelo de impairment.
Para ativos no escopo do modelo de impairment do CPC 48, as perdas por Impairment devem aumentar e se tornar mais volateis.
2. Base de preparacao e resumo das principais praticas contabeis--Continuacao
2.16 Normas, alteracoes e interpretacoes que entraram em vigor em 2018--Continuacao
ii) Impairment de Ativos financeiros--Continuacao
Contas a receber e ativos contratuais
A Companhia considera o modelo e algumas das premissas utilizadas no calculo dessas perdas de credito esperadas como as principais fontes de
incerteza da estimativa. As perdas de credito esperadas foram calculadas com base na experiencia de perda de credito real nos ultimos sete anos. As
posicoes dentro de cada grupo foram segmentadas com base em caracteristicas comuns de risco de credito, como: nivel de risco de credito e status
de inadimplencia. A experiencia real de perda de credito foi ajustada por fatores de escala para refletir as diferencas entre as condicoes economicas
Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.