Busca de Diários Oficiais


Diário RS - Legislativo

DIARIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Porto Alegre, sexta-feira, 8 de novembro de 2019.

PRO 135

milhoes de reais. Ate agora, foram gastos 15 milhoes de reais. Portanto, ainda faltam 10 milhoes de reais
para tornar o mercado bonito, com as suas redes subterraneas renovadas, com o sistema de gas renovado,
com o PPCI atendido.
Tudo isso e necessario para quem? Para aqueles que frequentam o mercado, sejam os portoalegrenses, sejam os gauchos, sejam aqueles que nos visitam e enxergam no mercado um porto sempre muito
seguro para buscar as nossas tradicoes, a nossa cultura.
Entao, esse e um passo importante. Eu so quis vir a esta tribuna para dizer que esta O.K. declarar o
mercado como patrimonio, mas so isso nao basta. O mercado esta precisando de um abraco de todos os
porto-alegrenses para terminar sua reforma. E tem dinheiro la em Brasilia para isso. O Projeto Monumenta
oferta recursos para a recuperacao de predios nas cidades brasileiras. Tanto e verdade que 10 milhoes de
reais foram buscados. Mas a atual gestao parece que nao quer o caminho de terminar a obra, o que eu
lamento, o que nao me agrada.
O mercado e um polo economico, cultural e gastronomico, mas, antes de tudo, e um centro de
atracao do comercio. Digo isso aos senhores porque, quando o ele ficou fechado por 38 dias, o Centro da
cidade vendeu muito menos. Vendem menos a banca de revista, o comercio de rua, enfim, o comercio sofre
um impacto direto quando o mercado nao funciona bem.
O mercado nao e so o mercado; o mercado e o seu entorno, e o Chale da Praca 15, e a integracao
do metro, e o nosso Centro Historico, aonde ha de chegar o nosso Cais Maua e tantas outras benfeitorias de
que precisa, porque o Centro e a referencia da nossa cidade.
Sempre digo que o sujeito que tem outro bairro originario, tem como segundo bairro o Centro,
porque o centro e a referencia de uma cidade.
Meu caro deputado Luiz Marenco, votaremos favoravelmente ao projeto, mas estamos com uma
lupa muito forte na parceria para a qualificacao e para terminar as obras do Mercado Publico. E a parceria
tem de ser feita com quem sabe fazer, com quem ja gesta o mercado, com quem ha 10, 15, 20, 30 anos faz
bons negocios e atende bem a populacao, especialmente com precos extremamente reguladores, o que faz
com que o comercio normal seja um pouco regulado para baixo, porque o mercado vende a carne mais
barata, vende a linguica mais barata, vende o sorvete mais barato, e quem ganha com isso e a populacao.
Muito obrigado. (Nao revisado pelo orador.)

O SR. PRESIDENTE (Vilmar Zanchin  MDB)  Continua em discussao o projeto de lei no
91/2019. (pausa) Por solicitacao da deputada Juliana Brizola, concedo a palavra a S. Exa. para discutir a
materia.

A SRA. JULIANA BRIZOLA (PDT)  Sr. Presidente, deputado Vilmar Zanchin, Sras. e Srs.
deputados:
Saudo o publico que nos assiste.
Subo a esta tribuna, deputado Luiz Marenco, para dar os parabens a V. Exa. pela iniciativa. Esse
seu primeiro projeto de lei tem um simbolismo muito grande para a nossa Porto Alegre. Sim, estamos
tratando do coracao da cidade, um lugar tao querido por todos nos, porto-alegrenses, mas tambem por
todos aqueles que vem visitar Porto Alegre. Estamos falando do nosso Mercado Publico.


Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.