Busca de Diários Oficiais


Diário PR - Com. Ind. e Serviços

prazo de 12 meses ou menos). Na data de inicio de um arrendamento, o arrendatario reconhece um passivo para efetuar os pagamentos (um passivo de arrendamento) e um ativo
representando o direito de usar o ativo objeto durante o prazo do arrendamento (um ativo de
direito de uso). Os arrendatarios devem reconhecer separadamente as despesas com juros
sobre o passivo de arrendamento e a despesa de depreciacao do ativo de direito de uso. Os
arrendatarios tambem deverao reavaliar o passivo do arrendamento na ocorrencia de determinados eventos (por exemplo, uma mudanca no prazo do arrendamento, uma mudanca
nos pagamentos futuros do arrendamento como resultado da alteracao de um indice ou taxa
usada para determinar tais pagamentos). Em geral, o arrendatario reconhecera o valor de
reavaliacao do passivo de arrendamento como um ajuste ao ativo de direito de uso. Nao ha
alteracao substancial na contabilizacao dos arrendadores com base no CPC 06 (R2) em
relacao a contabilizacao atual de acordo com o CPC 06 (R1). Os arrendadores continuarao
a classificar todos os arrendamentos de acordo com o mesmo principio de classificacao do
CPC 06 (R1), distinguindo entre dois tipos de arrendamento: operacionais e financeiros. O
CPC 06 (R2), que vigora para periodos anuais iniciados a partir de 1o/01/2019, exige que os
arrendatarios e os arrendadores facam divulgacoes mais abrangentes do que as previstas
no CPC 06 (R1). Em 2018, a Companhia realizou uma avaliacao de impacto detalhada dos
aspectos da IFRS 16 nas demonstracoes financeiras. Essa avaliacao toma por base informacoes atualmente disponiveis e os contratos existentes na data finda em 31/12/2018. Os
valores globais dos contratos foram calculados a taxa incremental determinada pela companhia e trazidos a valor presente na determinacao dos passivos e ativos, assim como projetados os indexadores de acordo com o contrato firmado com os arrendadores. Ate a presente data, a Companhia permanece em analise sobre possiveis efeitos, se algum, do CPC 06
(R2) no contrato de concessao. Impacto sobre o balanco patrimonial e demonstracao de
resultado - aumento (reducao) nos exercicios findos em 31/12/2019 e em 31/12/2018, respectivamente:
2019
Ativo Passivo Depreciacao
Resultado Financeiro
Locacao de Bens Imoveis
436
22
Saldo em 31/12/2019
436
22
2018
Ativo Passivo Depreciacao
Resultado Financeiro
Locacao de Bens Imoveis
416
436
454
67
Saldo em 31/12/2018
416
436
(454)
(67)

3. Julgamentos, estimativas e premissas contabeis significativas: Julgamentos: A As aplicacoes financeiras referem-se, substancialmente, a aplicacoes compromissadas de
preparacao das demonstracoes financeiras individuais e consolidadas da Companhia re- renda fixa, remuneradas a taxas que variam de 75% a 97% do Certificado de Deposito Interquer que a administracao faca julgamentos e estimativas e adote premissas que afetam os bancario - CDI. Os resgates sao efetuados conforme necessidade de caixa. Nao existem
valores apresentados de receitas, despesas, ativos e passivos, bem como as divulgacoes restricoes para a utilizacao dos saldos de caixa e equivalentes de caixa.
de passivos contingentes, na data base das demonstracoes financeiras individuais e conso- 5. Contas a receber:
Controladora
Controladora
lidadas. Contudo, a incerteza relativa a essas premissas e estimativas poderia levar a resule Consolidado e Consolidado
tados que requeiram um ajuste significativo ao valor contabil do ativo ou passivo afetado em
31/12/18
31/12/17
exercicios futuros. No processo de aplicacao das politicas contabeis da Companhia, a admi- Clientes
1.391
1.334
nistracao fez os seguintes julgamentos que tem efeito mais significativo sobre os valores Servicos prestados e nao faturados
902
701
reconhecidos nas demonstracoes financeiras individuais e consolidadas: Estimativas e Provisao devedores duvidosos
(56)
(119)
premissas: As principais premissas relativas a fontes de incerteza nas estimativas futuras
2.237
1.916
e outras importantes fontes de incerteza em estimativas na data do balanco, envolvendo Os saldos de contas a receber de clientes estao representados por creditos relativos aos
risco significativo de causar um ajuste significativo no valor contabil dos ativos e passivos no faturamentos dos servicos prestados aos clientes com giro inferior a 30 dias de liquidacao.
proximo exercicio financeiro, sao discutidas a seguir. Perda por reducao ao valor recupera- A Companhia opera com clientes concentrados e em 31/12/2018 os cinco maiores represenvel de ativos nao financeiros: Uma perda por reducao ao valor recuperavel existe quando o tam 82% (71% em 31/12/2017). Em 31/12/2018 e 2017, as analises dos vencimentos de
valor contabil de um ativo ou unidade geradora de caixa excede o seu valor recuperavel, o saldos de contas a receber de clientes sao as seguintes:
qual e o maior entre o valor justo menos custos de venda e o valor em uso. O calculo do
Controladora
Controladora
valor justo menos custos de vendas e baseado em informacoes disponiveis de transacoes
e Consolidado e Consolidado
de venda de ativos similares ou precos de mercado menos custos adicionais para descartar
31/12/18
31/12/17
o ativo. O calculo do valor em uso e baseado no modelo de fluxo de caixa descontado. Os A vencer
1.848
1.283
fluxos de caixa derivam do orcamento para os proximos dez anos e nao incluem atividades Vencidos em ate 30 dias
59
169
de reorganizacao com as quais a Companhia ainda nao tenha se comprometido ou investi- Vencidos de 31 a 90 dias
73
326
mentos futuros significativos que melhorarao a base de ativos da unidade geradora de caixa Vencidos de 91 a 180 dias
34
137
objeto de teste. O valor recuperavel e sensivel a taxa de desconto utilizada no metodo de Vencidos acima de 180 dias
279
120
fluxo de caixa descontado, bem como aos recebimentos de caixa futuros esperados e a taxa
2.293
2.035
de crescimento utilizada para fins de extrapolacao. Impostos: Existem incertezas com relaOs valores apresentados na provisao para credito de liquidacao duvidosa representam o
cao a interpretacao de regulamentos tributarios complexos e ao valor e epoca de resultados
valor imparcial da probabilidade avaliada pela Companhia de que seus recebiveis, considetributaveis futuros. Dado o amplo aspecto da legislacao tributaria bem como a natureza de
rando um intervalo de resultados possiveis e as informacoes razoaveis e sustentaveis dislongo prazo e a complexidade dos instrumentos contratuais existentes, diferencas entre os
poniveis, sem custo ou esforco excessivos, no exercicio findo em 31/12/2018 e 2017 sobre
resultados reais e as premissas adotadas, ou futuras mudancas nessas premissas, podecondicoes atuais e previsoes de condicoes economicas futuras. A provisao para credito de
riam exigir ajustes futuros na receita e despesa de impostos ja registrada. A Companhia em
liquidacao duvidosa totalizava R$ 56 em 31/12/2018 (R$ 119 em 2017). A movimentacao da
31/12/2018 e em 31/12/2017, nao identificou nenhum assunto que requeira a constituicao
provisao para credito de liquidacao duvidosa esta demonstrada a seguir:
provisoes para temas tributarios e nao ha atualmente auditorias por parte das autoridades
Controladora
Controladora
fiscais em andamento. Diferencas de interpretacao podem surgir numa ampla variedade de
e Consolidado e Consolidado
assuntos, dependendo das condicoes vigentes no respectivo domicilio da Companhia. Pro31/12/18
31/12/17
visoes para riscos civeis, tributarios e trabalhistas: A Companhia reconhece provisao para
Saldo no inicio do exercicio
(119)
(56)
causas tributarias. A avaliacao da probabilidade de perda inclui a avaliacao das evidencias
Baixa de provisao
135
76
disponiveis, a hierarquia das leis, as jurisprudencias disponiveis, as decisoes mais recentes
(72)
(139)
Constituicao de provisao
nos tribunais e sua relevancia no ordenamento juridico, bem como a avaliacao dos advoga(56)
Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.