Busca de Diários Oficiais


Diário RJ - Just.Est. - II - Judicial - 2ª Instância

Ano 10 no 103/2018 Data de Disponibilizacao: quarta-feira, 7 de fevereiro 256 Caderno II Judicial 2a Instancia Data de Publicacao: quinta-feira, 8 de fevereiro Publicacao Oficial do Tribunal de Justica do Estado do Rio de Janeiro Lei Federal no 11.419/2006, art. 4o e Resolucao TJ/OE no 10/2008. Jorge ofereceu R$ 1.000,00 para a ocorrencia morrer ali ; que tal oferta foi presenciada pelo depoente e pelo SGT Alexandre; que entao os reus foram conduzidos a 110a DP; que enquanto os reus estavam sendo apresentados na delegacia, o depoente e alguns componentes da guarnicao fizeram uma revista no veiculo Siena, oportunidade em que foi encontrado material de endolacao e num local de dificil acesso embaixo do porta-luvas, foi encontrada certa quantidade de cocaina e uma pistola municiada; que nao conhecia os reus; que nas proximidades onde os reus estavam ha trafico e a faccao que domina e o Comando Vermelho; que o reu Jorge disse que estava na cidade para comprar uma moto e que o dinheiro que possuia era para isso; que ninguem apareceu no local para vender moto; que ficaram algum tempo no local e em dado momento Jorge ofereceu tal dinheiro para o depoente e colegas; que ninguem assumiu a propriedade das drogas; que os reus disseram que eram de Itaborai; que policiais que participaram da ocorrencia comentaram acerca da existencia de fotos de drogas no celular de Jorge; que ninguem assumiu nem a propriedade da mochila; que no momento da abordagem atuaram quatro policiais, o depoente, Alexandre e mais dois componentes da guarnicao; que depois de encontrarem a mochila, pediram a supervisao que fossem ate o local; que na mochila havia um tablete de maconha; que repete que no local foi encontrada a mochila com o tablete de maconha e o dinheiro; que participou da revista ao carro no local, juntamente com outros policiais; que ao chegarem na delegacia, nao soube de nenhuma investigacao acerca do reu Danilo; que nunca tinha visto os reus na cidade; que participou tambem da revista efetuada na delegacia, juntamente com os outros componentes; que nao se recorda de ter encontrado dinheiro com Danilo; que nao se recorda qual policial efetuou a conducao do carro ate a delegacia; que foi o depoente quem encontrou a droga na mochila, no interior do carro, no momento da abordagem; que nao se recorda se havia inscricao no involucro da droga; que na revista realizada na delegacia foram encontradas drogas, material de endolacao e uma pistola; que os involucros das drogas encontradas eram todos similares; que num local mais acima onde os reus foram presos ha uma comunidade, cujo dominio e do Comando Vermelho; que nao ha outras faccoes no local; que nao se recorda quem era o reu que estava do lado de fora do carro no momento da abordagem, so sabendo dizer que havia um do lado de fora e dois no interior do carro. REU DANILO SANTOS OLIMPIO - que nao sao verdadeiros os fatos narrados na denuncia; que trabalha como motorista de uber e recebeu uma corrida particular; que recebeu uma ligacao do Sr. Jorge Mesquita; que Jorge era seu conhecido e ja tinha realizado servico para esposa dele; que a esposa de Jorge e enteada da irma do depoente, havendo assim parentesco entre eles; que o servico era para vir a Teresopolis e o depoente nao conhecia o trajeto; que quando chegou no Viaduto Meudon, o carro apresentou uma falha eletrica, tendo o fio da bateria soltado, sendo obrigado a fazer uma parada embaixo do Viaduto; que nesse momento os policiais passaram e viram o depoente do lado de fora do carro, com o capo levantado, pois estava tentando colocar o fio no lugar; que os policiais acharam estranho o carro com placa de Itaborai e entao fizeram a abordagem; que Jorge e Patrick eram passageiros; que pegou Jorge em sua residencia e Patrick numa rua depois, que eles moram proximos; que Jorge portava uma mochila; que Jorge e Patrick perceberam a acao dos policiais e estavam sozinhos dentro do carro; que o interrogando nao sabia o que se passava, que acreditava que era apenas uma corrida ; que depois veio a aparecer o tablete de maconha; que os correus somente ficaram sozinhos no carro no momento em que o interrogando parou o carro no viaduto; que ficou do lado de fora do veiculo por volta de uns cinco minutos; que nunca foi preso ou processado anteriormente; que questionado sobre o porque nao contou tal versao para os policiais ou para o delegado, o interrogando disse que eles nao permitiram; que se identificou como motorista de Uber; que o carro era alugado, mas estava sob a responsabilidade do interrogando; que Jorge quando o contratou disse que ia para um sitio em Teresopolis; que sairam de Itaborai; que o interrogando e os correus moram em Itaborai; que Jorge disse que ia a uma festa; que a mochila encontrada era do Jorge; que nao reconhece e nao viu as drogas que foram encontradas no carro, na delegacia; que nao permitiram que falassem nada; que o policial Anderlei foi quem dirigiu o seu carro ate a delegacia; que o pagamento da viagem seria feito no retorno, em dinheiro; que os correus fariam contato para que o interrogando fosse busca-los; que cobrou R$ 100,00 pelo servico; que o policial conduziu seu carro na companhia de Jorge; que Jorge foi para delegacia dentro do seu carro; que depois que saiu do carro para tentar repara-lo nao mais retornou para seu interior; que o interrogando portava documentos e carro tambem tinha documento; que o dinheiro que o policial falou que estava no console estava no porta documento, junto com a habilitacao e o documento do carro. REU JORGE MESQUITA DA SILVA - que nao sao verdadeiros os fatos; que Danilo e Uber e e parente de sua esposa; que ligou para Danilo e pediu para leva-los numa festa num sitio em Teresopolis; que seria para levar o interrogando e Patrick, a quem tinha chamado para festa no dia anterior; que no meio do caminho o carro teve um problema; que Danilo saiu do carro e foi ver o que tinha acontecido; que estava com uma pistola 380 e a usava para sua seguranca; que trabalha na Rua da Ricardo Eletro em Itaborai, local onde acontecem muitos assaltos; que tinha a pistola para sua seguranca e a estava levando para festa; que nao acha estranho ir para festa armado e que o fez para sua seguranca; que enquanto Danilo mexia no carro, um carro da policia se aproximou; que a mochila era sua e nela havia roupas, pois iriam na piscina no sitio; que inicialmente a policia passou, mas nao os abordou; que viu quando passaram e ficou nervoso, tendo colocado sua arma embaixo do painel; que a policia passou direto, mas depois retornaram e os abordaram; que os policiais encontraram a maconha que trazia; que era um pedaco grande, mas nao chegava a ser um tablete como eles falaram ; que a maconha estava no bolso; que os policiais o chamaram para um canto, separando o interrogando de Danilo e Patrick; que os policiais entao revistaram o interrogando e pediram o valor de R$ 6000,00 para solta-lo; que o primeiro policial que depos comecou a fazer um joguinho , insinuando que o interrogando tinha dinheiro; que o policial pediu para mexer em seu celular, mas nao deixou; que o policial pegou seu celular e colocou no bolso; que nao recebeu nenhuma ligacao naquele momento; que disse que nao tinha dinheiro e ate entao o policial nao tinha encontrado; que quando o policial achou o dinheiro que estava em sua cintura, ficou nervoso e passou a agredi-lo, pedindo dinheiro; que o interrogando falou que nao ia dar dinheiro; que achou que nao precisava disso, pois somente estava com um pedaco de maconha; que eles forjaram; que nao conhecia os policias, mas acredita que eles forjaram porque eles acharam que o interrogando estava de ironia com eles, porque disse voce vai me prender por causa de uma maconha? ; que entao foi separado dos correus; que na verdade era a maconha e uma arma; que assumiu que a maconha e arma eram suas, nao sabendo porque os correus foram levados pelos policiais; que os policiais nao deixaram Patrick e Danilo falarem; que

Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.