Busca de Diários Oficiais


Diário CE - Município de Fortaleza

ato, denominado Empregador, representado pelo Ilmo. Sr.
PRESIDENTE DR. ANTONIO DE OLIVEIRA E MARIA DA
CONCEICAO ROCHA DE SOUZA, brasileiro(a), maior, portador da CTPS no 036637 serie 615 denominado, Empregado,
fica certo e ajustado o que se segue estipulado nas clausulas
abaixo com fundamento. CLAUSULA 1o  O Empregado se
obriga a prestar, com zelo, eficiencia e lealdade, ao Empregador, a cujos Regulamentos se subordinara a execucao do presente contrato, servicos profissionais da funcao de TELEFONISTA BA-9. CLAUSULA 2o  O Empregador pagara ao Empregado o salario mensal de Cr$ 16.320,00 (Dezesseis mil,
Trezentos e Vinte Cruzeiros) no qual ja vai incluido o repouso
semanal remunerado. CLAUSULA 3o  A carga horaria mensal
sera de 240 podendo estender-se a horas suplementares
quando as circunstancias o exigirem no horario que for estipulado por quem de direito. CLAUSULA 4o  Sempre que houver
necessidade imperiosa do servico, o Empregado podera ser
transferido para qualquer reparticao do municipio, independente de majoracao de salario, a menos que da transferencia resulte acrescimo de despesas com mudancas, ou transporte para
servico, tudo de acordo com o art. 470 da CLT. CLAUSULA 5o 
O Empregador podera descontar do salario do Empregado o
valor dos danos por ele causado em virtudes do dolo, negligencia, imprudencia ou impericia, com fundamento no disposto no
 1o do artigo 462 da CLT. CLAUSULA 6o  O presente contrato
de prazo indeterminado, vigorara a partir de 11/05/1982. E por
haverem assim ajustado, as partes contratantes firmam o presente instrumento, em duas vias de igual teor, na presenca de
duas testemunhas. Fortaleza, em 11 de maio de 1982. Dr.

DIARIO OFICIAL DO MUNICIPIO
FORTALEZA, 01 DE MARCO DE 2019

SEXTA-FEIRA - PAGINA 80

Antonio de Oliveira - PRESIDENTE. Maria da Conceicao
Rocha de Souza - EMPREGADO(A). TESTEMUNHA: ASSINATURA ILEGIVEL.
*** *** ***

teor, na presenca de duas testemunhas. Fortaleza, 01 de Outubro de 1984. Dr. Antoni Oliveira - PRESIDENTE. Aurelia de
Moura Filha - EMPREGADO(A).
*** *** ***

CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO No
129/1982 - Pelo presente contrato de trabalho que entre si,
celebram como partes o INSTITUTO DR. JOSE FROTA, aqui
neste ato, denominado Empregador, representado pelo Ilmo.
Sr. PRESIDENTE Dr. Antonio de Oliveira e FRANCISCO
KLEWTON E COSTA, brasileiro(a), maior, portador da CTPS
no 071694 serie 00004 denominado, Empregado, fica certo e
ajustado o que se segue estipulado nas clausulas abaixo com
fundamento. CLAUSULA 1a  O Empregado se obriga a prestar, com zelo, eficiencia e lealdade, ao Empregador, a cujos
Regulamentos se subordinara a execucao do presente contrato, servicos profissionais da funcao de Auxiliar de Traumatologia. CLAUSULA 2a  O Empregador pagara ao Empregado o
salario mensal de Cr$ 16.320,00 (Dezesseis mil, trezentos e
vinte cruzeiros), no qual ja vai incluido o repouso semanal
remunerado. CLAUSULA 3a  A carga horaria mensal sera de
240 podendo estender-se a horas suplementares quando as
circunstancias o exigirem no horario que for estipulado por
quem de direito. CLAUSULA 4a  Sempre que houver necessidade imperiosa do servico, o Empregado podera ser transferido
para qualquer reparticao do municipio, independente de majoracao de salario, a menos que da transferencia resulte acrescimo de despesas com mudancas, ou transporte para servico,
tudo de acordo com o art.470 da CLT. CLAUSULA 5a  O Empregador podera descontar do salario do Empregado o valor
dos danos por ele causado em virtudes do dolo, negligencia,
imprudencia ou impericia, com fundamento no disposto no  1o
do artigo 462 da CLT. CLAUSULA 6a  O presente contrato de
prazo indeterminado, vigorara a partir de 11/06/1982. E por
haverem assim ajustado as partes contratantes firmam o presente instrumento, em duas vias de igual teor, na presenca de
duas testemunhas. Fortaleza, 11 de junho de 1982. Dr. Antonio de Oliveira - PRESIDENTE. Francisco Klewton e Costa EMPREGADO(A). TESTEMUNHAS: Assinaturas Ilegiveis.
*** *** ***

CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO - Pelo
presente contrato de trabalho que entre si, celebram como
partes, o INSTITUTO DR. JOSE FROTA, aqui neste ato, denominado Empregador, representado pelo Ilmo. Sr. PRESIDENTE
Silvio Paulo da C. A. R. Furtado e YEDA MARIA SILVA THE,
brasileiro(a), maior, portador da CTPS no 072560 serie 00022
denominado, Empregado, fica certo e ajustado o que se segue
estipulado nas clausulas abaixo com fundamento. CLAUSULA
1a  O Empregado se obriga a prestar, com zelo, eficiencia e
lealdade, ao Empregador, a cujos Regulamentos se subordinara a execucao do presente contrato, servicos profissionais da
funcao de Nutricionista. CLAUSULA 2a  O Empregador pagara
ao Empregado o salario mensal de Cr$ 25.488,00 (Vinte e
cinco mil, quatrocentos e oitenta e oito cruzados), no qual ja vai
incluido o repouso semanal remunerado. CLAUSULA 3a  A
carga horaria mensal sera de 20hs Mens podendo estender-se
a horas suplementares quando as circunstancias o exigirem no
horario que for estipulado por quem de direito. CLAUSULA 4a 
Sempre que houver necessidade imperiosa do servico, o Empregado podera ser transferido para qualquer reparticao do
municipio, independente de majoracao de salario, a menos que
da transferencia resulte acrescimo de despesas com mudancas, ou transporte para servico, tudo de acordo com o art.470
da CLT. CLAUSULA 5a  O Empregador podera descontar do
salario do Empregado o valor dos danos por ele causado em
virtudes do dolo, negligencia, imprudencia ou impericia, com
fundamento no disposto no  1o do artigo 462 da CLT. CLAUSULA 6a  O presente contrato de prazo indeterminado, vigorara a partir de 08/03/1988. E por haverem assim ajustado as
partes contratantes firmam o presente instrumento, em duas
vias de igual teor, na presenca de duas testemunhas. Fortaleza, 08 de marco de 1988. Silvio Paulo da C. A. R. Furtado PRESIDENTE. Yeda Maria Silva The - EMPREGADO(A).
TESTEMUNHAS: Assinaturas Ilegiveis.
*** *** ***

CONTRATO DE TRABALHO INDIVIDUAL No 81
- Pelo presente contrato de trabalho que entre si, celebram
como partes, o INSTITUTO DR. JOSE FROTA, aqui neste ato,
denominado Empregador, representado pelo Ilmo. Sr. Presidente Dr. Antoni Oliveira e AURELIA DE MOURA FILHA, brasileiro(a) maior, portador da CTPS no 38588 Serie 00007, denominado, Empregado, fica certo e ajustado o que se segue estipulado nas clausulas abaixo, com fundamento. CLAUSULA 1o - O
Empregado se obriga a prestar, com zelo, eficiencia e lealdade,
ao Empregador, a cujos Regulamentos se subordinara a execucao do presente contrato, servicos profissionais de funcao de
Atendente de Portaria. CLAUSULA 2o - O Empregador pagara
ao Empregado, o salario mensal de Cr$ 103.153, (Cento e tres
mil, cento e cinquenta cruzeiros); no qual ja foi incluido o repouso semanal remunerado. CLAUSULA 3o - A carga horaria
mensal sera de 240 podendo estender-se a horas suplementares, quando as circunstancias o exigirem no horario que for
estipulado por quem de direito. CLAUSULA 4o - Sempre que
houver necessidade imperiosa do servico, o Empregado podera ser transferido para qualquer reparticao do municipio, independente de majoracao de salario, a menos que da transferencia resulte acrescimo de despesas com mudancas, ou com
transporte para servico, tudo de acordo com o Art. 470 da CLT.
CLAUSULA 5o - O Empregador podera descontar do salario do
Empregado o valor dos danos por ele causado em virtude do
dolo, negligencia, imprudencia ou impericia, com fundamento
no disposto no  1o do artigo no 462, da CLT. CLAUSULA 6o - O
presente contrato do prazo Indeterminado vigorara a partir de
01.10.1984. E por haverem assim ajustado, as partes contratantes firmam o presente instrumento, em duas vias de igual

INSTRUMENTO PARTICULAR DE RECONHECIMENTO DE VINCULO EMPREGATICIO - Por este instrumento particular que assinam entre si, de um lado, INSTITUTO
Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.