Busca de Diários Oficiais


Diário RS - Legislativo

DIARIO OFICIAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Porto Alegre, terca-feira, 10 de dezembro de 2019.

PRO 19

O SR. RODRIGO LORENZONI (DEM)  Muito obrigado, deputado Pepe Vargas.
Registro tambem aqui o reconhecimento a V. Exa. como medico, a forma responsavel e equilibrada
com que sempre discute e contribui com o nosso Estado sobre assuntos que enfrentamos aqui e precisam
contar com essa acolhida. Afinal, quando os temas sao tecnicos, nos temos que trata-los assim, e V. Exa.
contribui muito com este Parlamento e com o nosso Estado.

O Sr. Capitao Macedo (PSL)  V. Exa. permite um aparte? (assentimento do orador)
Boa tarde a todos. Saudo o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luis Augusto Lara,
demais deputados, senhoras e senhores, e os que compoem a mesa, tao impar, ja nomeada pelo protocolo.
Quero parabenizar a todos e tambem ao nobre colega, deputado Rodrigo Lorenzoni, por prestar
essa justa homenagem em reconhecimento ao relevante trabalho que os medicos-veterinarios desenvolvem,
munidos de ciencia e amor a vida.
O Conselho Federal, como representante de mais de 100 mil medicos-veterinarios e 30 mil
zootecnistas, que estao presentes em todos os Estados brasileiros, tem a importante incumbencia de balizar a
qualidade dos profissionais que atuam nesta area.
Mesmo com as adversidades enfrentadas ao longo desses 50 anos, seguem motivados no exercicio
da profissao, respeitando o juramente assumido de buscar a harmonia entre a ciencia e a arte, aplicando os
seus conhecimentos para o desenvolvimento cientifico e tecnologico em beneficio da saude e do bem-estar
dos animais, promovendo o desenvolvimento sustentavel.
Parabens a todos os senhores. Obrigado.

O SR. RODRIGO LORENZONI (DEM)  Muito obrigado, deputado Capitao Macedo, pela sua
manifestacao e pelo constante apoio e parceria nos pleitos que dizem respeito as questoes sanitarias animais
que circulam aqui nesta Casa.
Estavamos falando sobre os desafios que temos para seguir batalhando a fim de melhorar o ensino
das faculdades de medicina veterinaria espalhadas pelo Brasil.
A grade curricular precisa estar conectada com o mercado, a fim de formar profissionais preparados
para atuar com as melhores praticas e as melhores tecnologias. Um entrave para isso esta relacionado a
proliferacao de instituicoes que se dizem capacitadas para ensinar a medicina veterinaria, embora saibamos
que muitas delas infelizmente nao estao.
Hoje, o Brasil possui mais de 300 e um pouco menos de 400 cursos de Medicina Veterinaria 
quando eu sai do conselho eram 313, mas ja estamos chegando em quase 400 escolas de Medicina
Veterinaria , o que representa um terco dos cursos, ou mais, ofertados no mundo inteiro. Uma estimativa
da Comissao Nacional de Educacao da Medicina Veterinaria indica que 50 mil novas vagas sao ofertadas
todos os anos.
Esses quase 400 cursos estao capacitados para oferecer ensino de boa qualidade? Possuem
equipamentos e instalacoes para preparar os alunos para o futuro?


Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.