Busca de Diários Oficiais


Diário PR - Com. Ind. e Serviços

ela auditoria das demonstracoes finan- chamar atencao em nosso relatorio de auditoria para as respectivas divulgacoes nas definanceiras individuais e consolidadas acima referidas apresentam adequadamente, em to- ceiras individuais e consolidadas: Nossos objetivos sao obter seguranca razoavel de que monstracoes financeiras individuais e consolidadas ou incluir modificacao em nossa opidos os aspectos relevantes, a posicao patrimonial e financeira, individual e consolidada, da as demonstracoes financeiras individuais e consolidadas, tomadas em conjunto, estao livres niao, se as divulgacoes forem inadequadas. Nossas conclusoes estao fundamentadas nas
TCP Participacoes S.A. em 31/12/2018, o desempenho individual e consolidado de suas de distorcao relevante, independentemente se causada por fraude ou erro, e emitir relatorio evidencias de auditoria obtidas ate a data de nosso relatorio. Todavia, eventos ou condicoes
operacoes e os seus respectivos fluxos de caixa individuais e consolidados para o exercicio de auditoria contendo nossa opiniao. Seguranca razoavel e um alto nivel de seguranca, mas futuras podem levar a Cia. e suas controladas a nao mais se manterem em continuidade
findo nessa data, de acordo com as praticas contabeis adotadas no Brasil. Base para opi- nao uma garantia de que a auditoria realizada de acordo com as normas brasileiras e inter- operacional.  Avaliamos a apresentacao geral, a estrutura e o conteudo das demonstracoes
niao: Nossa auditoria foi conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de nacionais de auditoria sempre detecta as eventuais distorcoes relevantes existentes. As contabeis, inclusive as divulgacoes e se as demonstracoes contabeis individuais e consoliauditoria. Nossas responsabilidades, em conformidade com tais normas, estao descritas na distorcoes podem ser decorrentes de fraude ou erro e sao consideradas relevantes quando, dadas representam as correspondentes transacoes e os eventos de maneira compativel
secao a seguir intitulada Responsabilidades do auditor pela auditoria das demonstracoes individualmente ou em conjunto, possam influenciar, dentro de uma perspectiva razoavel, as com o objetivo de apresentacao adequada.  Obtemos evidencia de auditoria apropriada e
financeiras individuais e consolidadas. Somos independentes em relacao a Cia. e suas decisoes economicas dos usuarios tomadas com base nas referidas demonstracoes finan- suficiente referente as informacoes financeiras das entidades ou atividades de negocio do
controladas, de acordo com os principios eticos relevantes previstos no Codigo de Etica ceiras. Como parte da auditoria realizada de acordo com as normas brasileiras e internacio- grupo para expressar uma opiniao sobre as demonstracoes financeiras consolidadas. SoProfissional do Contador e nas normas profissionais emitidas pelo Conselho Federal de nais de auditoria, exercemos julgamento profissional e mantemos ceticismo profissional ao mos responsaveis pela direcao, supervisao e desempenho da auditoria do grupo e, conseContabilidade, e cumprimos com as demais responsabilidades eticas de acordo com essas longo da auditoria. Alem disso:  Identificamos e avaliamos os riscos de distorcao relevante quentemente, pela opiniao de auditoria. Comunicamo-nos com os responsaveis pela governormas. Acreditamos que a evidencia de auditoria obtida e suficiente e apropriada para nas demonstracoes financeiras individuais e consolidadas, independentemente se causada nanca a respeito, entre outros aspectos, do alcance planejado, da epoca da auditoria e das
fundamentar nossa opiniao. Responsabilidades da Administracao e da governanca pe- por fraude ou erro, planejamos e executamos procedimentos de auditoria em resposta a tais constatacoes significativas de auditoria, inclusive as eventuais deficiencias significativas
las demonstracoes financeiras individuais e consolidadas: A Administracao e respon- riscos, bem como obtemos evidencia de auditoria apropriada e suficiente para fundamentar nos controles internos que identificamos durante nossos trabalhos.
savel pela elaboracao e adequada apresentacao das demonstracoes financeiras individuais nossa opiniao. O risco de nao deteccao de distorcao relevante resultante de fraude e maior
Curitiba, 27 de fevereiro de 2019.
e consolidadas de acordo com as praticas contabeis adotadas no Brasil e pelos controles do que o proveniente de erro, ja que a fraude pode envolver o ato de burlar os controles ininternos que ela determinou como necessarios para permitir a elaboracao de demonstra- ternos, conluio, falsificacao, omissao ou representacoes falsas intencionais.  Obtemos encoes financeiras livres de distorcao relevante, independentemente se causada por fraude ou tendimento dos controles internos relevantes para a auditoria para planejarmos procedimen- ERNST & YOUNG
erro. Na elaboracao das demonstracoes financeiras individuais e consolidadas, a Adminis- tos de auditoria apropriados as circunstancias, mas, nao, com o objetivo de expressarmos Auditores Independentes S.S.
Alexandre Rubio
tracao e responsavel pela avaliacao da capacidade de a Cia. continuar operando, opiniao sobre a eficacia dos controles internos da Cia. e suas controladas.  Avaliamos a CRC 2SP 015199/O-6 - F - PR
Contador CRC-1SP 223.361/O-2
20780/2019

ENVIE SUA PUBLICACAO EM FORMATO PDF
Arquivos neste formato possuem
uma melhor compactacao.

Sao preservadas todas as

formatacoes aplicadas ao texto.

Garantia de integridade, pois impede

qualquer tipo de alteracao no arquivo original.
www.imprensaoficial.pr.gov.br

6a feira |15/Mar/2019 - Edicao no 10395

77

TCP - LOG S.A.

CNPJ no 13.438.815/0001-07
Demonstracoes Financeiras - Exercicios findos em 31/12/2018 e 2017 (Em milhares de reais)
Relatorio da Administracao: A administracao da TCP - Log S.A. em conformidade com as disposicoes estatutarias e legais submete a apreciacao de seus acionistas o Relatorio da Administracao e as correspondentes demonstracoes financeiras, referentes ao exercicio findo em 31
de dezembro de 2018, acompanhadas do Relatorio dos Auditores Independentes sobre as Demonstracoes Financeiras.
Balanco Patrimonial

Controladora
Consolidado
Nota 31/12/18 31/12/17 31/12/18 31/12/17
5.188
4.385
7.392
6.469
Ativo/Circulante
Caixa e equivalentes de caixa
4
2.394
1.933
4.559
4.000
Contas a receber de clientes
5
2.237
1.916
2.237
1.916
Impostos a recuperar
56
36
95
53
501
500
501
500
Outros creditos
7
3.794
4.558
1.590
2.474
Nao circulante
Outros creditos
7
463
463
Depositos judiciais
4
4
4
4
Impostos diferidos
13
40
50
40
50
Investimentos
6
2.204
2.084
Imobilizado
8
1.527
1.930
1.527
1.930
19
27
19
27
Intangivel
8.982
8.943
8.982
8.943
Total do ativo
3.960
6.636
3.960
6.636
Passivo/Circulante
Fornecedores
155
151
155
151
Emprestimos e financiamentos
9
101
138
101
138
Dividendos a pagar
729
590
729
590
Partes relacionadas
10
1.998
4.973
1.998
4.973
Obrigacoes tributarias a recolher
11
595
391
595
391
382
393
382
393
Outras obrigacoes
12
61
125
61
125
Nao circulante
Emprestimos e financiamentos
9
97
97
Prov. p/ riscos civeis, fiscais e trabalhistas
14
61
28
61
28
Investimentos a integralizar
6
4.961
2.182
4.961
2.182
Patrimonio liquido
15
Capital social
1
1
1
1
4.960
2.181
4.960
2.181
Reservas de lucros
8.982
8.943
8.982
8.943
Total do passivo e do patrimonio liquido
Notas Explicativas as Demonstracoes Financeiras
1. Contexto operacional: O TCP Log S.A. (Companhia) foi criado em 10/03/2011, com a
denominacao social de VIKAS Empreendimentos e Participacoes S.A, com o capital de R$1
sendo dividido em 8.116.936 acoes. Em 6/07/2011 a Companhia mudou sua razao social
para TCP Servicos Logisticos S.A, e sua sede transferida para a cidade de Paranagua - PR,
Avenida Portuaria, s/n, Dom Pedro II. Em 16/04/2012 a Companhia alterou sua razao social
para TCP Log S.A. A Companhia tem por objeto: a) Prestar servicos de operador de logistica
de cargas em geral, inclusive conteineres, a
Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.