Busca de Diários Oficiais


Diário CE - Município de Fortaleza

 Acompanhar e controlar os contratos, convenios, acordos e
tarifas;
 Gerenciar o atendimento aos eventos solicitados pelos Orgaos da Prefeitura de Fortaleza, clientes internos e externos,
coordenando as providencias a serem tomadas;
 Gerenciar o acervo, consumo e custos da sinalizacao semaforica de Fortaleza;
 Gerenciar e controlar as Autorizacoes de Servicos (AS), no
Sistema de Iluminacao Publica - SIP;
 Gerenciar e controlar os planos e programas de expansao,
melhoria, artistica e realce;
 Realizar o acompanhamento e o controle financeiro dos custos do SIP e dos programas de eficiencia;
 Executar outras tarefas correlatas.
3.6. Area de Conservacao e Programacao de Energia Eletrica
 Realizar o controle tecnico do Sistema de Iluminacao Publica
- SIP e dos Predios Publicos Municipais;
 Acompanhar e controle as inspecoes de execucoes de obras
e servicos relacionados a conservacao do Sistema de Iluminacao e dos predios publicos municipais;
 Controlar, acompanhar e analisar os planos e programas de
conservacao de energia;
 Elaborar estudos, analises tecnicas e gerenciar todos os
assuntos relacionados a projetos, planos e programas no
Sistema de Iluminacao Publica e nos predios publicos municipais;
 Analisar relatorio tecnico mensal do SIP e dos predios publicos municipais;
 Criar e acompanhar planos, metas e programas de eficiencia
e uso racional de energia eletrica no Sistema de Iluminacao Publica - SIP, gerando economia e consequente liberacao de recursos para aplicacao em setores prioritarios
para o desenvolvimento do Municipio;
 Controlar e acompanhar os programas de eficiencia energetica e outros;
 Estudar e implementar as novas tecnologias;
 Realizar estudos, desenvolver esforcos e estabelecer politicas de combate ao desperdicio de energia eletrica, no Sis-

DIARIO OFICIAL DO MUNICIPIO
FORTALEZA, 21 DE JANEIRO DE 2008























SEGUNDA-FEIRA - PAGINA 10

tema de Iluminacao Publica - SIP (Sistema de Iluminacao
Publica - SIP) e nos predios publicos municipais;
Formular propostas, desenvolver projetos, sugerir intervencoes em areas criticas e atividades objetivando a conservacao de energia eletrica no ambito do Municipio.
Elaborar analise tecnica e controle de programas e projetos
de conservacao de energia no SIP e nos predios publicos
municipais;
Elaborar e analisar relatorios tecnicos mensais, bimestrais e
anuais do SIP e nos predios publicos municipais;
Prestar consultoria tecnica e emitir pareceres tecnicos aos
demais orgaos da PMF;
Elaborar apresentacoes e projetos para concorrencia as premiacoes nacionais;
Coordenar a elaboracao do plano municipal de gestao energetica nos predios publicos municipais;
Gerenciar e criar programas, formular propostas, desenvolver
projetos e atividades objetivando a conservacao e reducao do
consumo de energia, sem o comprometimento da qualidade;
Captar e gerar atraves de economia no consumo de energia
eletrica, recursos financeiros para aplicacao em setores prioritarios, para o desenvolvimento do Municipio;
Elaborar relatorio mensal;
Desenvolver esforcos visando o combate do desperdicio
de Energia Eletrica, divulgando objetivos, metas, indices e
resultados obtidos;
Gerenciar e desenvolver planos e programas de eficiencia e
uso racional de energia eletrica nos predios publicos municipais;
Realizar estudos e estabelecer politicas de combate ao desperdicio de energia eletrica, no ambito da administracao Municipal;
Gerenciar e coordenar a elaboracao de estudos, analises e
todos os assuntos relacionados a conservacao e uso racional
de energia eletrica nos predios publicos municipais;
Relacionamentos institucionais e com orgaos intervenientes;
Sugerir intervencoes em areas criticas, para reducao do consumo;
Prestar consultoria tecnica aos demais orgaos da PMF;
Manter o banco de dados atualizado, das unidades consumidoras Municipais;
Realizar e controlar as condicoes de funcionamento de motores, geradores, banco de capacitores, condicionadores de ar
(climatizacao) e tipos e niveis de iluminacao.
Gerenciar demandas e fator de potencia, dos predios publicos municipais;
Executar outras tarefas correlatas.

3.7. Area de Fiscalizacao de Iluminacao Publica

 Fiscalizar e controlar a execucao recebimento de obras e
servicos, durante e apos suas realizacoes;

 Realizar ou fiscalizar e acompanhar programa de instalacao
de medicoes no SIP;

 Analisar projetos luminotecnicos e analises de curvas fotometricas;
I - AMBIENTE DE ESPECIALIDADE

ANALISTA EM EDUCACAO
DE TRANSITO

eficiencia energetica no SIP.

 Fiscalizar, controlar e acompanhar as intervencoes em areas
criticas e atividades objetivando a conservacao de energia
eletrica no ambito do Municipio.
 Controlar e acompanhar os resultados das inspecoes de
poluicao visual e danos causados por terceiros, ao acervo do
Sistema de Iluminacao Publica (SIP).
 Fiscalizar e acompanhar medicoes dos niveis de iluminamento e uniformidade do SIP;
 Controlar e acompanhar o desenvolvimento e realizacao
de planos e programas de combate ao desperdicio de
energia eletrica, no Sistema de Iluminacao Publica SIP;
 Acompanhar e controlar as inspecoes de execucoes de obras
e servicos relacionados a conservacao do Sistema de Iluminacao e nos predios publicos municipais.
 Realizar inspecoes/vistorias no Sistema de Iluminacao Publica - SIP;
 Realizar inspecoes/vistorias nos predios publicos municipais;
 Atender as demais demandas do orgao, quando solicitado,
inerentes a sua funcao;
 Analisar e autorizar os processos de obras da concessionaria
in loco, fotografando e dando parecer tecnico;
 Inspecionar e receber as obras executadas pela empresa
contratada que realiza a gestao completa do Sistema de Iluminacao Publica;
 Executar outras tarefas correlatas.
3.8. Area de Seguranca do Trabalho.
 Supervisionar, coordenar e orientar tecnicamente os servicos
de engenharia de seguranca do trabalho.
 Assessorar o orgao em assuntos relativos a seguranca e
higiene do trabalho
 Estudar as condicoes de seguranca dos locais de trabalho e
das instalacoes e equipamentos, com vistas especialmente
aos problemas de controle de risco, controle de poluicao higiene do trabalho, ergonomia, protecao contra incendio e saneamento.
 Planejar e desenvolver a implantacao de tecnicas relativas a
gerenciamento e controle de riscos.
 Vistoriar, avaliar, realizar pericias, arbitrar, emitir parecer,
laudos tecnicos e indicar medidas de controle sobre grau de
exposicao a agentes agressivos de riscos fisicos, quimicos e
biologicos tais como poluentes atmosfericos, ruidos, calor,
radiacao em geral e pressoes anormais, caracterizando as
atividades, operacoes e locais insalubres e perigosos.
 Propor politicas, programas, normas e regulamentos de seguranca do trabalho, zelando pela sua observancia.
 Projetar sistemas contra incendios, coordenar atividades de
combate a incendio e salvamento.
 Inspecionar locais de trabalho no que se relaciona com a
seguranca do Trabalho;
 Executar outras tarefas correlatas.

II - GRUPO OCUPACIONAL

AMC

1 CARGO

 Realizar vistorias, quando solicitado;
 Elaborar, controlar e acompanhar programas e execucao de

ESTRATEGICO

1.1..NIVEL DE CLASSIFICACAO
D

1.2. EDUCACAO FORMAL
Curso de Graduacao Completo em Letras, ou Pedagogia, ou Psicologia, com Conhecimento Especifico
na Area de Educacao no Transito.

2. DESCRICAO SUMARIA:
Desenvolver trabalhos e projetos na area de educacao para a cidadania no transito, aplicando os principios e

ANO
ELABORACAO
2007

1.3. CODIGO
2.394
2.515

teorias da educacao social nas areas de atendimento ao publico, metodos didatico-pedagogicos, administrativo e outros, a
fim de formular solucoes e diretrizes para assegurar a consecucao dos objetivos da area.
Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.