Busca de Diários Oficiais


Diário PR - Assembleia

Junior, proponente desta homenagem e Presidente, nesta ocasiao, desta Sessao
Solene. Convidamos o homenageado desta noite, Sr. Joao Luiz Fiani, fundador do
Teatro Lala Schneider, tambem ator, diretor, dramaturgo, querido e conhecido em
todo o Parana e no Brasil. Convidamos ainda o Sr. Marino Junior, ator e diretor
do Teatro Lala Schneider, para fazer parte da Mesa. E, por fim, convidamos o
Sr. Adriano Vogue, Vice-Presidente da Associacao dos Proprietarios de Casas de
Espetaculos Teatrais no Estado do Parana.
(Aplausos)
	
Senhoras e senhores, para a abertura oficial desta Sessao Solene,
passamos a palavra ao Deputado Stephanes Junior.
SR. PRESIDENTE (Deputado Stephanes Junior): Sob a protecao de Deus,
declaro aberta a presente Sessao Solene comemorativa aos 20 anos do Teatro Lala
Schneider, e a outorga do titulo de Cidadao Benemerito do Parana ao Sr. Joao Luiz
Fiani, aprovado por unanimidade por esta Casa de Leis. Sejam todos muito bem-vindos. Boa noite a todos! Vamos ficar em pe!
(Execucao do Hino Nacional Brasileiro.)
(Aplausos)
SRA. MESTRE DE CERIMONIAS: Hino Nacional Brasileiro, executado pela
Banda de Musica da Policia Militar do Parana e cantado pelo Coral Parana. Muito
obrigado pela presenca de voces, mais uma vez.
	
Com a palavra, senhoras e senhores, o proponente da homenagem
nesta noite, Deputado Stephanes Junior.
DEPUTADO STEPHANES JUNIOR: Obrigado, Juliana.
	
Quero, antes, dizer que e sempre muito bom ter a Banda da Policia
Militar aqui, nos honrando com a sua presenca, e tambem as meninas e os rapazes do
Coral Parana, nosso maestro Paulo. Voces, sempre, desde que eu tinha 20 e poucos
anos, era Secretario de Estado da Administracao, acompanhando voces abrilhantando
os grandes eventos do Estado do Parana. Muito obrigado por estarem aqui.
	
Quero cumprimentar a todos e dizer que para mim e um momento de
emocao, um momento de amizade e de reconhecimento para a cultura do Parana
como um todo. Quero cumprimentar a todas as mulheres aqui presentes, na esposa
do Joao Luiz Fiani, a Juliana, e dizer que e impossivel dissociar a historia do moderno teatro paranaense do nome de um dos seus mais importantes colaboradores,
Joao Luiz Fiani. Tenho certeza de que aqui todos concordam comigo; sao 35 anos
dedicados as artes cenicas do nosso Estado, desde que em 1979 subiu pela primeira
vez em um palco, ate se tornar aquele que e hoje o maior empreendedor desse setor,
atuando, dirigindo, produzindo, criando cenarios de iluminacao nao so para os seus
espetaculos, como tambem para os de seus companheiros.
	
Fiani tem uma invejavel trajetoria na historia do teatro local. Com
formacao pelo antigo CPT, o Curso Permanente de Teatro, mantido pelo Teatro
Guaira, desde entao vem desenvolvendo uma ininterrupta e intensa atividade, trabalhando la com grandes nomes, como Antonio Carlos Craid, Oraci Gemba, Eddy
Franciosi, Ivone Hofmann, Lala Schneider, Armando Maranhao, Ademar Guerra e
muitos outros; e hoje, dia 23, por coincidencia, essa homenagem a Joao Luiz Fiani,
e tambem o dia de nascimento da Lala Schneider. Nos estavamos conversando antes
tambem que e dia de Sao Jorge, ou seja, tem muita coisa boa nesse dia 23.
	
Atuou em mais de 80 espetaculos, escrevendo e dirigindo centenas de
trabalhos, e sucesso de critica e publico entre producoes profissionais, amadoras
e academicas. Como ator, destacam-se os seus trabalhos e espetaculos: Zumbi;
Colonia Cecilia; Misterios de Curitiba; O Carrasco do Sol; O Magico de Oz; O
Vampiro e a Polaquinha; O Inimigo do Povo; Gritaria nos Muros da Cidade; Nem
Freud Explica; Dom Juan, entre outros. Como diretor e autor, Fiani e responsavel
pelo maior fenomeno do teatro paranaense e uma das pecas com mais tempo em
cartaz no Brasil: A Casa do Terror, em cartaz ha mais de 20 anos. Em sua trajetoria
como empresario, destaca-se o fato de ter criado o primeiro teatro independente do
Estado do Parana, em 1994, o Teatro Lala Schneider, o qual leva o nome de um dos
maiores destaques e talentos da nossa terra, e com muita luta e mantido ate hoje.
	
O Lala e o primeiro teatro particular do nosso Estado, mantido sem
apoio do Estado, nem do Municipio, sobrevivendo exclusivamente de bilheteria e
de custos de teatro, ofertado em sua dependencia, e isso e assim ate hoje.
	
Em 2004, Fiani inaugura o seu segundo teatro, em homenagem a uns
dos mais importantes atores do Parana, a Casa de Teatro Edson DAvila. Por tres

3a feira | 13/Mai/2014 - Edicao no 647
17a Legislatura, 4a Sessao Legislativa | Publicacao no 289

3

vezes participou da Mostra Oficial de Teatro de Curitiba: em 2001, com 100 Anos,
adaptacao da obra de Gabriel Garcia Marquez; em 2007 encenou Colonia Cecilia,
de Renata Pallottini, no Teatro Guaira, com elenco de 32 atores; essa considerada
uma das melhores montagens teatrais em cartaz no Brasil, pela critica especializada;
e mais recente, neste ano de 2014, como produtor do espetaculo Tumba de Caes,
com direcao do seu socio, parceiro artistico, Marinho Junior, aqui ao meu lado.
	
Fiani e responsavel pela adaptacao para o palco de dois principais
autores paranaenses: Dalton Trevisan e Paulo Leminski. Falar desses nomes aqui,
hoje, e um orgulho para mim.
	
Queria convidar o Vereador Jorge Bernardi para vir a Mesa aqui
conosco. Por favor, Jorge, vi voce somente agora. (Aplausos).
	
Fiani ganhou muitos premios na sua carreira, mas como exemplo vou
citar o Premio Poty Lazzarotto, entre muitos outros.
	
Nao e so no teatro que se destaca o trabalho de Joao Luiz Fiani, que
trabalhou tambem intensamente na area da comunicacao, com atividade em diversos
canais de TV e radios do Brasil. Na TV Globo teve participacao em Roda de Fogo;
Meu Bem, Meu Mal; Lua Cheia de Amor; Chico Anisio Show; A Grande Familia;
Forca-Tarefa. Na extinta Manchete, fez parte do elenco de Domingo e Dia de Graca,
com o Costinha. Ainda na mesma emissora, participou da novela Mania de Querer
e do Programa Infantil - esse e dificil - Lupu Limpim Clapla Topo, com Lucinha
Lins e Claudio Tovar. Na RPC foi responsavel por mais de 30 Casos e Causos, que
vemos normalmente no domingo, ja depois do Fantastico; e ganhou o premio de
Melhor Ator e Melhor Roteirista da TV do Parana em 2008.
	
No Rio de Janeiro, trabalhou no Sistema Jornal do Brasil sem locutor
nas radios JB - FM, FM 105 e Cidade FM. Em Curitiba foi locutor da Estudio 96,
Cidade AM, Globo AM, Intercontinental FM e locutor fundador da Radio 98 FM,
entre outras.
	
Tambem atuou em cinema, participando de filmes de longa e curta
metragem premiados nacionalmente, destacando-se: O Mundo Perdido de Kozak,
de Fernando Severo; Agora e que sao Elas, de Beto Carminatti; Palavra de Vampiro,
de Beto Carminatti e Estevan Silveira, entre outros. Atualmente e Presidente da
Apecet, Associacao dos Proprietarios de Casas de Espetaculos Teatrais do Estado do
Parana, entidade que luta por mais direitos para os espacos culturais e independentes,
bandeira defendida por ele desde a criacao do Teatro Lala Schneider, o primeiro
teatro independente do Parana.
	
Por esses e tantos outros feitos e que nesta noite temos a honra de
reverenciar o nome Joao Luiz Fiani, o Cidadao Benemerito do Estado do Parana,
com o reconhecimento pela imensa contribuicao que trouxe e continua trazendo para
o crescimento da arte do Parana. Ao homenagear Joao Luiz Fiani, quero tambem
homenagear a todos voces e seus familiares, seus amigos e a toda cultura paranaense,
que tem que ser muito valorizada. A luta nao e facil. Acompanho muito o trabalho
de Joao Luiz e de voces. Parabens, a voces! Tenho orgulho, em nome desta Casa
de Leis, de poder homenagear Joao Luiz Fiani. Meus parabens!
(Aplausos)
(Apresentacao do Coral.)
DEPUTADO STEPHANES JUNIOR: Como sempre, linda. Parabens!
	
Queria convidar para vir a Mesa o Leandro Knopfholz, que e Diretor
Geral do Festival de Teatro de Curitiba. Por favor, Leandro. E ja, antecipadamente,
parabens pelo Festival!
(Aplausos)
SRA. MESTRE DE CERIMONIAS: Enquanto o Diretor do Teatro, o Sr.
Leandro se dirige a Mesa, hoje teremos tambem a entrega - estamos
Importante: Todos os documentos armazenados para fins de busca e exibição no Radar Oficial são documentos de conhecimento público e disponibilizados por fontes oficiais em seus sites originais.